Angola

Tourism Of Angola

Mais de quatro mil quartos em apoio ao CAN2010

Por: Admin afixado Fevereiro 3, 2010
Mais de quatro mil quartos em apoio ao CAN2010

Mais de quatro mil quartos estão disponíveis nas quatro cidades que  albergam,  desde 10 de Janeiro, o campeonato africano das Nações "CAN2010", designadamente Benguela, Cabinda, Luanda e Lubango.

 

No quadro previsional da rede hoteleira de apoio ao CAN2010, quatro mil e 494 quartos estão disponíveis, o que corresponde a seis mil e 473 camas, segundo fontes do Ministério da Hotelaria e Turismo, um número que pode ter sido ser ampliado depois do inicio do campeonato, com a inauguração de novas unidades hoteleiras.

 

A capital do país, Luanda, dispõe de um total de dois mil e 702 quartos, correspondendo a três mil e 906 camas. A categoria das unidades hoteleiras vai de uma a cinco estrelas.

 

Para a província de Benguela, uma das cidades que  alberga a prova, o sector hoteleiro tem disponíveis 642 quartos, totalizando uma média de 970 camas.

 

A província de Cabinda tem disponíveis, para o CAN2010, duzentos e 67 quartos, o que perfaz um total de 336 camas e, por sua vez, a província da Huíla apresenta 601 quartos com 888 camas.

 

Governo angolano vai construir mais de 165 hotéis a partir de 2010


A rede hoteleira será estendida a todos os municípios do país.


Em termos de perspectivas e com vista a aumentar a capacidade de alojamento, o Governo angolano vai edificar, a partir de 2010, hotéis em todos os municípios do país, num total de 165 unidades, com 50 quartos cada, para fazer face aos desafios decorrentes das necessidades  para a promoção do turismo interno e externo. 

 

No dizer do ministro da Hotelaria e Turismo, Pedro Mutindi, os 165 hotéis que começarão a ser erguidos a partir de 2010, representam o  envolvimento do Estado no sentido de dar resposta à carência de quartos com que se depara o país.

O governante revelou que estão estão ainda agendadas, para 2010, ações de iniciativa privada para a construção de outras sete unidades hoteleiras, que vão contribuir para aumentar a capacidade de alojamento e melhorar a qualidade de serviço  da rede hoteleira angolana. 

Para acelerar o processo de ampliação quantitativa e qualitativa  da rede hoteleira nacional, o ministro Mutindi afirmou que o seu pelouro está a trabalhar na elaboração do plano director do turismo e do inventário dos recursos turísticos de Angola.