Angola assinala admissão na ONU

Instantâneo de uma sessão da Assembleia Geral da ONU (arquivo) / Foto: Don Emmert

Angola assinala nesta sexta-feira o 41º aniversário da sua admissão como membro de pleno direito da Organização das Nações Unidas (ONU).

O Ministério das Relações Exteriores refere, numa nota, que a aceitação do país na ONU, a 1 de Dezembro de 1976, teve como base a resolução 397/76.

Segundo o documento, “por ser um interlocutor válido, Angola esteve já por duas vezes no Conselho de Segurança da ONU, na qualidade de membro Não-Permanente (2003 – 2004 e 2015 – 2016)”. Na segunda vez (2015-2016), o país presidiu em regime rotativo o órgão no mês de Março de 2016.

A admissão do país como 146º Estado Membro da ONU permitiu ao então primeiro vice-primeiro ministro, José Eduardo dos Santos, discursar perante a Assembleia Geral da organização, em Nova Iorque, EUA.

Nesta qualidade, José Eduardo dos Santos, proferiu um discurso em que ressaltava o estado de Nação da então República Popular de Angola, a reconstrução nacional, a solidariedade com os povos oprimidos e apelava para a necessidade do tratamento igualitário no contexto internacional.

Fonte: ANGOP

0