MIREX REITERA APOSTA NA DIPLOMACIA ECONÓMICA

Luanda – O Ministro das Relações Exteriores (Mirex), Tete António, vai manter a aposta numa diplomacia virada para o sector económico, a fim de atrair mais investimento privado para o país.

A par da diplomacia económica, o novo ministro das Relações Exteriores afirmou que vai prosseguir com o processo de reestruturação em curso no Mirex e intensificar a aposta em embaixadas regionais.

Em declarações à imprensa, esta quarta-feira, após ter sido empossado pelo Presidente João Lourenço, Téte António sublinhou que as comunidades angolanas no exterior vão merecer maior atenção, bem como o ingresso de mais quadros do país nas organizações internacionais.

“Não trabalharemos sozinhos”, afirmou o ministro das Relações Exteriores, ressaltando a articulação com outros sectores, entre os quais o da imprensa, que considerou “aliado da diplomacia”.

No quadro da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o chefe da diplomacia angolana reiterou que o país vai continuar a apoiar os seus cidadãos no estrangeiro.

Cultura, Turismo e Ambiente

Empossada igualmente hoje pelo Presidente da República, a ministra da Cultura, Turismo e Ambiente, Adjany Costa, apontou como primeiro desafio a integração dos três sectores que antes constituiam departamentos ministeriais autónomos.

“São universos completamente separados, mas com linhas de pensamentos que podem ser integradas”, salientou.

A bióloga, ictiologista (estuda os peixes) e conservacionista, disse ser hora de deixar de olhar para a conservação como paisagens, considerando que a conservação deve ser vista na perspectiva da integração das comunidades locais, como uma componente do turismo.
08 de Abril de 2020
Fonte:  ANGOP

0