PR ENTREGA BANDEIRA À DELEGAÇÃO OLÍMPICA ANGOLANA

Presidente da República entrega bandeira à delegação aos jogos olímpicos
Pedro Parente

Luanda, 11 de Julho de 2021
O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, procedeu, este domingo, à entrega da Bandeira da República à delegação do país aos Jogos Olímpicos e Paralimpicos de Tóquio, Japão, exortando os seus integrantes a honrarem a Nação, independentemente do número de medalhas.
João Lourenço intervinha na cerimónia de entrega da Bandeira da República e de despedida à comitiva angolana aos Jogos Olímpicos, a decorrer de 24 deste mês a 8 de Agosto, e Paralimpicos, de 24 de Agosto a 8 de Setembro, ambas competições em Tóquio.

O Presidente da República considerou meritório e um sonho de qualquer atleta representar o país em ambos eventos, lutando para a conquista das medalhas em disputa.

Disse saber que entregou a Bandeira em boas mãos e a “jovens que tudo farão no sentido de honrar o bom nome de Angola, (…) não importando quantas medalhas tragam para o país”.

A ministra da Juventude e Desporto, Ana Paula do Sacramento Neto, declarou que as delegações participarão com o sentido de bem fazer e bem representar.

O presidente do Comité Olímpico Angolano (COA), Gustavo da Conceição, afirmou que Angola está preparada para ter uma participação à altura, tanto com a equipa olímpica como com a paraolímpica.

Gustavo da Conceição adiantou que a equipa olímpica angolana é composta por 39 atletas de cinco modalidades, três das quais qualificadas por mérito e por terem cumprido com os jogos de qualificação, nomeadamente, o andebol, a vela e o judo.

As outras duas, justificou, o atletismo e a natação, de acordo com as normas do Comité Olímpico Internacional (COI), são abertas à participação de todos os países do mundo.

O presidente do Comité Olímpico Angolano informou que dos 39 integrantes da delegação 23 são mulheres e 16 homens. ” Tudo faremos para dignificar o desporto nacional e mostrar ao mundo o potencial da juventude desportiva angolana”.

Referiu que nos Jogos Paralímpicos, a decorrer de 24 de Agosto a 8 de Setembro, Angola vai participar com dois atletas classificados por mérito, em atletismo. Desses atletas, uma tem deficiência visual e outro motora.

A porta-bandeira de Angola, Natália Bernardo, agradeceu o reconhecimento e considerou grande a responsabilidade que recebeu da irmã, que desempenhou o mesmo papel nas olimpíadas anteriores.

Natália Bernardo disse que a comitiva angolana parte para Tóquio com a expectativa de melhorar as marcas nacionais.

A judoca Neide Diassoma considerou um sonho e privilégio para qualquer atleta fazer parte da comitiva.

Testemunharam a entrega da Bandeira da República, entre outras entidades, ministros de Estado, ministros, secretários do Presidente da República, bem como a recém-nomeada governadora provincial de Luanda, Ana Paula de Carvalho.

Fonte: ANGOP